Cotidiano

Para combater Aedes, prefeitura reforça visitas a residências

Trabalhos serão intensificados durante período de chuvas

Raiane Carneiro Publicado em 23/11/2017, às 17h23

None

Trabalhos serão intensificados durante período de chuvas

Para intensificar ao combate ao mosquito Aedes aegypti, a prefeitura está reforçando as visitas nas residências no período de chuva. No local, os agentes orientam os moradores para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Os trabalhos serão feitos em pontos considerados críticos e estratégicos como próximo a escolas, comércios e terrenos baldios.

Nesta quinta-feira (23), os agentes comunitários de saúde, agentes comunitários de endemias e os enfermeiros da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) Itamaracá realizaram um mutirão de limpeza no bairro contra a dengue. 
O trabalho dos agentes consiste na vistoria dos quintais que é feita na companhia dos moradores e também na orientação sobre como manter os locais livres do Aedes.

A intensificação das visitas, de acordo com a prefeitura, deve permanecer durante o período de chuvas, principalmente em áreas mais críticas e pontos estratégicos como próximo de escolas, comércios e regiões do bairro com terrenos baldios.

Conforme o último Lira (Levantamento Rápido de Infestação por Aedes aegypti ), divulgado em outubro, 60% dos bairros da Capital estão com o nível de infestação em estado de alerta e três estão em risco: Jardim Noroeste, Cidade Morena e Moreninhas.

A prefeitura informa que as visitas nas residências têm caráter educativo, pois 80% dos focos do mosquito estão em objetos comuns dentro das casas, como pneus, caixa d’água, vaso de planta, piscina, baldes, tanques, vasos de plantas, vasos sanitários, latas, lona plástica, ralo e até bebedouros de animais.

Parceria com o Estado

A partir do próximo mês, os agentes de saúde da Capital devem começar a receber novos uniformes e bolsas de trabalho entregues simbolicamente nesta quinta-feira (23) pelo Governo do Estado aos 79 municípios durante o lançamento do Plano Estadual de Contingência ao Aedes aegypti 2017 / 2018, realizado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo. Além dos equipamentos de proteção e uso pessoal, a Capital também foi contemplada com um computador de mesa.Para combater Aedes, prefeitura reforça visitas a residências

A solenidade contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja, do secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares, do secretário municipal de Saúde de Campo Grande, Marcelo Vilela e do prefeito Marquinhos Trad.

“Nós enquanto Poder Público estamos intensificando as ações para conter o avanço da proliferação do mosquito, mas é preciso que a população também nos ajude nesta luta e faça a sua parte, considerando que 80% dos focos estão dentro das casas. É preciso que todos nós estejamos unidos nesta guerra contra o mosquito”, disse o prefeito.

Jornal Midiamax