Mochileiro permanece em estado grave uma semana depois de atropelamento

Companheiro de viagem acompanha tratamento
| 27/04/2017
- 16:12
Mochileiro permanece em estado grave uma semana depois de atropelamento

Companheiro de viagem acompanha tratamento

Permanece internado em estado grave o mochileiro colombiano Willian Javier Marroquin Moreno, 27 anos, uma semana depois de ser atropelado na BR-060, em Campo Grande.

Em coma induzido, o mochileiro está sob os cuidados da equipe de neurologia no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa. Cirurgia depende da evolução do quadro de saúde. 

William foi atropelado por caminhão baú Ford Cargo, na última quinta-feira (20), enquanto caminhava em busca de carona pela rodovia. Ele estava acompanhado de um amigo, também colombiano.

A dupla tinha por destino a cidade paulista de Santos, onde pretendia assistir jogo no dia 4 de maio entre o alvinegro praiano e o Independiente Santa Fé, pela Libertadores.

Motorista do caminhão, que seguia sentido Terenos – Campo Grande, relatou só ter visto o amigo do colombiano no acostamento. Com a colisão, William foi arremessado.

Bombeiros relataram que o rapaz sofreu traumatismo cranioencefálico. Seu amigo acompanha, desde então, o tratamento na unidade hospitalar.

 

Veja também

Visita do presidente está prevista para a quinta-feira (30)

Últimas notícias