Manifestantes bloqueiam entrada de prédio do Ministério do Trabalho na Capital

Ato é contra as reformas trabalhistas planejadas pelo governo federal
| 18/04/2017
- 17:21
Manifestantes bloqueiam entrada de prédio do Ministério do Trabalho na Capital

Ato é contra as reformas trabalhistas planejadas pelo governo federal

Um grupo de manifestantes bloquearam a entrada do Ministério Regional do Trabalho em Campo Grande, localizado na Rua 13 de Maio, no Centro, em contra as reformas trabalhistas planejadas pelo presidente Michel Temer (PMDB). Os atendimentos no local estão prejudicados, e a estimativa é de que mais de 300 pessoas deixaram de ser atendidas devido ao tumulto. 

O protesto teve início por volta das 7h30 desta terça-feira, 18, no interior do prédio, mas a pedido do o superintendente substituto do órgão federal, Edmar Maciel, os manifestantes descolocaram-se para a área externa e passaram a ocupar a entrada do ministério. 

O superintendente regional substituto, Edmar Maciel, disse ter sido surpreendido com o protesto, e contou que Brasília já foi avisada sobre a situação. “Fomos surpreendidos por este protesto. Nossa posição é para que não impeça o atendimento agendado”, declarou. Segundo ele, foi solicitado aos trabalhadores que compõe o ato que apresentem uma comissão para uma reunião. 

Do lado de fora, o protesto acontece sob gritos de “Fora Temer”, em menção ao Presidente da República, que apresenta três medidas: , trabalhista e a terceirização.  De acordo com o grupo, o ato deve ocorrer ao longo do dia. 

O ato é realizado na sede do Ministério do Trabalho e Emprego é considerado uma prévia para a "Greve Geral", preparada para o dia 28 de abril.

As lideranças sindicais de Mato Grosso do Sul informaram que vão a adotar, a partir desta terça-feira, “medidas radicais”, alicerçadas na democracia, em sintonia com movimentos em todo o País, para tentar reverter o processo prejudicial aos trabalhadores".

Veja também

Nesta manhã 48 médicos para pronto-atendimento adulto e 11 para emergências pediátricas atendem nas unidades de Campo Grande

Últimas notícias