Encontro acontece nos dias 10 e 11 de novembro

O primeiro  Encontro dos/as Trabalhadores/as Indígenas de MS, que vai acontecer nos dias 10 e 11 de novembro na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em , vai debater diversas questões que envolvem os índios em relação ao trabalho. O evento conta com a realização do Coletivo de Trabalhadores/as Indígenas de MS, com parceria do MPT (Ministério Público do Trabalho).

Os temas que serão abordados incluem a Importância do trabalhador no mercado de trabalho; Organização dos trabalhadores/as indígenas; Inserção dos indígenas no Mundo do Trabalho; Problemáticas e desafios; a reforma trabalhista, entre outros assuntos inerentes a questão.

As principais aldeias e comunidades indígenas estão sendo visitadas e informadas sobre o encontro. “Pela receptividade e a confiança conquistada junto às lideranças de todas as etnias, acreditamos num encontro histórico em nosso Estado”, afirma o coordenador do Coletivo Indígena, José Carlos Pacheco.

Evento discute questões trabalhistas dos indígenas de Mato Grosso do Sul

Sobre o Coletivo

Criado em 2011, o Coletivo dos Trabalhadores e Trabalhadoras Indígenas do MS tem como principal objetivo o debate da organização dos trabalhadores indígenas. “Queremos contribuir para que os diferentes segmentos de nosso contingente se conscientizem e se unam para que os anseios de  todos se tornem realidade”, observa o coordenador do Coletivo.

José Carlos informa que o Estado possui a segunda maior população indígena do Brasil, com cerca de 80 mil índios, oriundos das etnias terena, kaiowá guarani, atikum, kadiwéu,  guató, kinikinawa, ofaié  e outros, sendo que a maior concentração do contingente está nas nas cidades de Miranda, Aquidauana, Anastácio, Dourados, Amambaí, Caarapó, Coronel Sapucaia, Paranhos e Campo Grande.