Programa vai custar R$ 75 milhões nas 11 etapas

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) visitou na manhã deste domingo (15) a Caravana da Saúde que acontece em Campo Grande, no Centro de Convenções Albano Franco, e revelou que a etapa da Capital vai custar de R$ 15 milhões a R$ 19 milhões.

“A Caravana está ajudando a reduzir sofrimento de muitas pessoas que esperavam há muito tempo. Acompanhei relatos inimagináveis de espera, seja por exame ou cirurgia”, revelou o governador. Segundo ele, as 11 etapas da Caravana vão custar cerca de R$ 75 milhões.

Reinaldo explicou que toda a contratação feita pelo governo é baseada na tabela SUS, com custo baixo em todos os serviços, de médicos a atendentes. O governador afirmou que pacientes de regiões por onde a Caravana já passou agora são atendidos nos hospitais equipados pelo programa, o que diminuiu, segundo ele, a procura por atendimento na Capital.

O governador destacou ainda que a procura por atendimentos em Campo Grande tem sido maior do que o estimado pela organização. “Nesse ritmo vamos passar e muito a previsão inicial. Isso é muito bom”, frisou.

Inicialmente a Caravana da Saúde deve permanecer na Capital até o dia 29 de maio, todavia o secretário estadual de saúde, Nelson Tavares, afirmou que existe possibilidade do governo ampliar o atendimento na Capital caso haja necessidade.