Terenas ocupam prédio da Funai e pedem troca de presidente do órgão

Índios ficarão no prédio por tempo indeterminado
| 07/07/2015
- 18:32
Terenas ocupam prédio da Funai e pedem troca de presidente do órgão

Índios ficarão no prédio por tempo indeterminado

Cerca de 100 indígenas da etnia terena ocupam um prédio, na Rua Maracaju, na região central de Campo Grande, onde fica a sede da (Fundação Nacional do Índio). O grupo quer a portaria que nomeia ao cargo de coordenador regional, Evair Borges, que também é terena da Aldeia Lalima, distante 203 quilômetros da Capital. 

A estimativa é de que ao menos 30 das 43 lideranças terenas do Estado estejam no prédio. E durante a tarde desta terça-feira (7), mais lideranças indígenas de várias etnias devem terminar a ocupação do prédio.

Identificado como uma das lideranças à frente da ocupação, Hanaity, guerreiro terena, diz que o objetivo é de que o presidente nacional da Funai ouça as lideranças e envie a portaria com a nomeação do coordenador regional.

“A Funai está com problemas de estrutura e falta de recursos. Se continuar assim, pode ficar ainda pior”, afirma o terena. O grupo ocupou o prédio na noite dessa segunda-feira (6). Na manhã desta terça-feira (7), funcionários do órgão chegaram para trabalhar e foram informados sobre a ocupação. Alguns deles já estavam no prédio e tiveram de deixar o local.

A informação é de que a ocupação tenha ocorrido de forma pacífica. Os indígenas garantem que ficarão no local até que recebam uma resposta de Brasília, com a substituição do presidente da Funai.  A equipe de reportagem do Jornal Midiamax, não conseguiu falar com a assessoria de comunicação do órgão. 

Veja também

Pai filmou criança de 9 anos dirigindo em rodovia do Estado

Últimas notícias