Taxista que capotou na BR-060 está estável e aguarda vaga em enfermaria

Laércio sofreu um traumatismo cranioencefálico leve
| 26/05/2015
- 15:54
Taxista que capotou na BR-060 está estável e aguarda vaga em enfermaria

Laércio sofreu um traumatismo cranioencefálico leve

O taxista Láercio Vieira Roberto, de 55 anos, que ficou gravemente ferido ao capotar caro na tarde desta segunda-feira (25), na BR-060, entre Campo Grande e Sidrolândia, está em estado estável.

Segundo a assessoria da Santa Casa, o taxista um TCE (Traumatismo Cranioencefálico) leve, mas está consciente e orientado. Já passou por todos os exames necessários e aguarda uma vaga para ser transferido para o setor de enfermaria.

Acidente

O taxista ficou ferido em um capotamento por volta das 16h30 desta segunda-feira (25), na BR-060, entre Campo Grande e Sidrolândia. O acidente aconteceu a 15 quilômetros de Campo Grande. No veículo não havia passageiros.

Laércio Vieira Roberto conduzia um Voyage, branco, placas HTP-9746, de Sidrolândia (MS), e seguia no sentido Sidrolândia. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para Santa Casa de Campo Grande em estado grave.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal) uma testemunha, que seguia atrás do táxi, relatou ter visto o motorista perder o controle do carro, atravessar a pista e bater a frente do carro no acostamento e capotar. O veículo girou várias vezes e parou na pista do sentido contrário, a 100 metros do local onde saiu da pista.

O trânsito não ficou prejudicado no local.

Veja também

Há cargos para diferentes áreas e níveis de escolaridade

Últimas notícias