Cotidiano

Padre morto em queda de avião era do RS e estava em Coxim para vistar parentes

Ele chegou a ser levado para o hospital, onde faleceu

Midiamax Publicado em 06/10/2015, às 18h51

None
padre.jpg

Ele chegou a ser levado para o hospital, onde faleceu

O padre Ernesto Padrebon, de 80 anos, morto nesta terça-feira na queda de um avião em Coxim, estava em Mato Grosso do Sul para visitar parentes. Nascido em São João do Polesine (RS), ele estava atuando na Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Camobi, cidade vizinha a Santa Maria.

Além do padre estavam no avião o sobrinho dele, o advogado Luiz Eduardo Pradebon, que tinha escritório em Campo Grande, e o piloto, José de Armathea Dias Barros, de 63 anos. Luiz Eduardo foi levado para o hospital regional de Coxim e o piloto veio para a Santa Casa de Campo Grande.

Na paróquia de Camobi, o padre Francisco Figueiró informou que Ernesto Padrebon costuma fazer visitas aos familiares de MS de tempos em tempos. De acordo com ele, a previsão é que o corpo do padre seja levado para Santa Maria, mas as providências ainda estão sendo adotadas.

Jornal Midiamax