Neste sábado (30), Camapuã, cidade localizada a 141 km de Campo Grande, completa 75 anos com diversas ações para a população. São lançamento de obras, inaugurações, shows, rodeio, apresentação teatral, encontro de bandas e várias outras atrações.  

Na última quinta-feira (28) a festa teve início com rodeio, show com Guilherme & Benuto e participação de Grupo Rapadura. Já na noite de ontem o show ficou por conta do Alma Serrana e participação de Donas do Boteco.

E neste sábado (30), show será com o grupo Atitude 67 e participação de Evandro Campos. E encerrando os eventos terá o show com Gilson & Júnior no domingo (1º).

Todos os shows são no Parque de Exposições com entrada franca.

História

A região de Camapuã começou a ser colonizada em 1593, por jesuítas e paulistas. Com a febre do ouro e as penetrações das bandeiras, o local foi abandonado. O início do seu repovoamento ocorreu no século XX, quando a região já havia inúmeras e prósperas fazendas de criação de gado e agricultura.

Alguns fazendeiros, como Francisco Faustino Alves, Protázio Paulino de Melo, Joaquim Capestana, Benedito Bonfim, Camilo Bonfim e Lázaro Faustino, solicitaram por intermédio da Prefeitura de Coxim a criação do Patrimônio de Camapuã.

Essa pretensão se realizou com a Lei nº 845 de 3 de novembro de 1921, em que o governo do estado reservou 3.600 hectares para a povoação de Camapuã, no município de Coxim. Em 1924, João da Mota construiu no lugar a primeira casa comercial.

Em 19 de maio de 1933 (pelo Decreto nº 272) foi criado o Distrito de Paz de Camapuã administrado pela Comarca de Coxim. O Decreto nº 319, de 30 de outubro de 1933, reserva 500 hectares para o patrimônio da povoação de Camapuã, no município de Coxim. A Lei nº 134, de 30 de setembro de 1948, transformou Camapuã em município.

Em 1977, o município passa a fazer parte do atual estado de Mato Grosso do Sul.