MPE vai investigar situação de imigrantes haitianos em Campo Grande

Denúncias indicam que imigrantes estariam em condições sub-humanas
| 12/12/2015
- 14:05
MPE vai investigar situação de imigrantes haitianos em Campo Grande

Denúncias indicam que estariam em condições sub-humanas

 

O MPE (Ministério Público Estadual) abriu inquérito civil com o objetivo de apurar as condições a que imigrantes haitianos e de outras nacionalidades em Campo Grande estão sendo submetidos. O órgão irá investigar a denúncia de que os imigrantes foram estabelecidos em condições sub-humanas e de exploração laboral.MPE vai investigar situação de imigrantes haitianos em Campo Grande

A denúncia também irá apurar o atendimento prestado pelo Estado de Mato Grosso do Sul em favor dos imigrantes. A investigação será conduzida pelo promotor de justiça Luciano Furtado Loubet, titular da 67ª Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos de Campo Grande.

Estima-se que mais de mil haitianos vivam em Mato Grosso do Sul. No entanto, a Polícia Federal tem o registrado de 22 haitianos em Campo Grande, 150 em Três Lagoas e seis em Dourados. A situação desses imigrantes refugiados em Mato Grosso do Sul chegou a ser discutida em audiência pública na Assembleia Legislativa no fim de novembro deste ano.

No ano passado, um grupo deles reclamou de estar trabalhando sem receber há 45 dias.

 

Veja também

Vídeo que circula nas redes sociais mostra um ônibus do Consórcio Guaicurus, linha 302- Caiobá...

Últimas notícias