Cotidiano

Maior recicladora de alumínio do país anuncia R$ 30 milhões com fábrica em MS

Pedra fundamental da indústria recicla BR, do grupo Latasa foi lançada no último sábado

Gerciane Alves Publicado em 06/07/2015, às 18h55

None
pedra.jpg

Pedra fundamental da indústria recicla BR, do grupo Latasa foi lançada no último sábado

O governador do Estado Reinaldo Azambuja e várias autoridades estiveram na tarde  do último sábado (4) às margens da BR-158, nas proximidades do Ginásio de Esportes em Paranaíba, cidade a 407 quilômetros de Campo Grande para o lançamento da pedra fundamental da indústria recicla BR, do grupo Latasa, uma das maiores empresas de reciclagem de alumínio do País.

O grupo pretende investir R$ 30 milhões no município e gerar cerca de 100 empregos, e impulsionando a economia local. Em comemoração ao aniversário da cidade, algumas obras foram inauguradas e outras lançadas para os próximos meses em Paranaíba.

Além do governador Reinaldo Azambuja e seus secretários: Sérgio de Paula (Casa Civil) Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico) e Nelson Tavares (Saúde), participaram da solenidade o prefeito Diogo Tita, os deputados Paulo Correia e Eduardo Rocha, além do presidente da Recicla BR, Mario Fernandez, dentre outras autoridades locais.

 Mario foi o primeiro a explanar e ressaltou a felicidade de poder contar com o apoio da Prefeitura, bem como do governo do Estado e reforçou que dentro de até 60 dias as construções devem começar, seja com apoio ou não do governo federal. “Nós já estamos gerando alguns empregos e vamos aumentar esse número. Independente da situação econômica do país, viemos para Paranaíba para construir”, declarou Mario Fernandez.

 Em seu discurso, o prefeito Tita agradeceu a confiança do grupo Latasa, reforçou a grandiosidade da empresa, após visita recente à sede em São Paulo, e adiantou que com o governo caminhando junto os projetos municipais ganham muito mais força. “Agradeço à presença do governador Reinaldo e peço que continue dando esse apoio para que juntos possamos vencer essa crise pela qual passa nosso país”, disse o prefeito.

 O governador Reinaldo, garantiu de prontidão atender ao pedido de terraplanagem da área da Latasa e acrescentou que todos os incentivos para que Paranaíba possa alavancar serão feitos, assim como nas demais cidades do estado. “Sofri muito quando fui prefeito, com indiferença política de governador. E digo, todas as 79 cidades do estado terão nosso trabalho e Paranaíba não será diferente. Já nos comprometemos à terraplanagem. Precisamos de parceria nessa hora de dificuldade, e o governo vai ajudar o município. Vamos trabalhar juntos por esse lugar de terra fértil, clima agradável e gente trabalhadora”, disse o governador.

Gabinete

 Na parte da manhã, empresários foram recebidos no gabinete do prefeito Diogo Tita, pelo governador. Participaram empresários do grupo Algar, com um empreendimento que prevê o confinamento de 20 a 30 mil cabeças de gado e 3.600 hectares de lavoura irrigada (para a produção de 11 a 12 mil toneladas de soja, milho e sorgo por ano).

 O encontro também contou com a apresentação do projeto de instalação da Usina Orbi Bioenergia, com investimentos de R$ 103 milhões e a geração de 900 empregos quando atingir a capacidade de moagem de 3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, pelo empresário Carlos Alberto Mauro.

Jornal Midiamax