Cotidiano

Guarda Municipal vai intensificar rondas em escolas para coibir casos de violência

Ação emergencial vai durar pelo menos 90 dias

Wendy Tonhati Publicado em 05/10/2015, às 11h02

None
campo_grande.jpg

Ação emergencial vai durar pelo menos 90 dias

A GCM (Guarda Civil Municipal) vai ficar pelo menos 90 dias realizando rondas intensivas nas escolas municipais e imediações, para garantir a segurança dos alunos.  

A resolução foi publicada em 30 de setembro, no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) e  chefias das bases administrativas tem o prazo de dez dias para apresentarem os planos à Chefia da Divisão de Operações (DIOP) da GCM. 

De acordo com a Prefeitura da Capital, a ação é em caráter emergencial e serão intensificadas as rondas nos horários de maior movimento, como entrada e saída dos alunos. O objetivo é coibir assédios, tráfico de drogas, furtos e roubos. A coordenação vai ficar a cargo dos chefes das bases administrativas da GCM, que deverão manter  diálogo  com a direção das escolas municipais.

Arrastões

O casos de roubos, principalmente de celulares, se tornaram comuns na região de várias escolas da Capital. Os alunos viraram alvos fáceis, principalmente nos horários de entrada e saída do período noturno. Estudantes de diversas escolas já foram assaltados, muitas vezes por criminosos com facas, e tiveram os pertences levados. 

Jornal Midiamax