População sofre com queimadas, fumaça pelos bairros e tempo seco em Campo Grande

Um incêndio atingiu a Embrapa e queimou cerca de 30 hectares, levando fumaça para mais de cinco bairros próximos da região. Bombeiros se desdobraram para conter focos do incêndio.
| 24/08/2014
- 22:03
População sofre com queimadas, fumaça pelos bairros e tempo seco em Campo Grande

Um incêndio atingiu a Embrapa e queimou cerca de 30 hectares, levando fumaça para mais de cinco bairros próximos da região. Bombeiros se desdobraram para conter focos do incêndio.

Mais de 30 hectares queimados e cinco bairros atingidos. Este é o saldo de um incêndio que atingiu a reserva da Embrapa em Campo Grande, na região oeste da cidade. Com início por volta das 11h, os Bombeiros ainda se desdobravam na tarde deste domingo (24) para conter as chamas.

A baixa umidade relativa do ar e o calor intenso fazem com que vidros espalhados pelo lixo tornem-se pequenos focos de fogo, causando incêndios. Bitucas de cigarro ou lixo queimado, com o vento, se espalham e também podem ser as causas da queimada.

 Pelo bairro José Pereira, o mais atingido, a população reclamava da queimada, que é constante na região. Os Bombeiros fizeram rescaldo do incêndio e prevenção para que o fogo não ultrapassasse as cercas da reserva e atingisse as casas.

O cabo Chermont avalia que o tempo seco e vento contribuam com os muitos focos de incêndio pela cidade. A equipe havia acabado de sair de outra queimada, no Bairro Santa Luzia, onde 18 hectares foram queimados.

Prevenções

Em épocas de ar seco, recomenda-se que a população coloque recipientes com águas nos cômodos, principalmente em dormitórios. Durante o dia manter a casa bem arejada, separar animais da casa, consumir alimentos naturais com poucos condimentos, beber bastante água e evitar prática de esportes ao ar livre.

Além disso, a população pode tomar alguns cuidados, para evitar que mais casos de incêndios sejam registrados na cidade. Um deles seria evitar jogar bitucas de cigarro acesas em beiras de rodovias, que é uma das maiores causas de incêndios no País.

Outra dica importante é que os proprietários de terrenos sem construções devem mantê-los com o mato capinado, limpos de entulhos e fazerem um aceiro, que consiste em capinar próximo das cercas de sítios, chácaras ou mesmo residências. Essa técnica, apesar de rudimentar, funciona muito bem, principalmente quando é usada preventivamente no entorno da propriedade.

Veja também

Comunidade Esperança, localizado no Bairro Noroeste em local conhecido como “Aterro do Noroeste” entrou em...

Últimas notícias