Cotidiano

Chuva de 60 minutos causa transtornos e deixa diversas ruas de Corumbá alagadas

Uma hora de chuva: tempo suficiente para causar transtornos e alagar diversas ruas na cidade de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. O volume de água que caiu na tarde deste sábado (12) chegou a 6,5 milímetros, segundo o serviço de meteorologia do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo da FAB. Do dia 1º […]

Arquivo Publicado em 12/02/2011, às 21h59

None
993486338.jpg

Uma hora de chuva: tempo suficiente para causar transtornos e alagar diversas ruas na cidade de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. O volume de água que caiu na tarde deste sábado (12) chegou a 6,5 milímetros, segundo o serviço de meteorologia do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo da FAB.


Do dia 1º de fevereiro até a tarde deste sábado, a precipitação pluviométrica atingiu 120 milímetros. A maior incidência foi na terça-feira, dia 08, quando choveu 42 milímetros e um homem de 62 anos, morreu soterrado após o desabamento de um muro de arrimo, no bairro Cervejaria.


Na rua General Dutra, entre Albuquerque e Barão de Melgaço, no bairro Maria Leite, várias casas alagaram. Moradores contaram que o local vira um “grande piscinão”, o que também é um perigo à saúde, pois crianças brincam e tomam banho na água suja.


Olga de Oliveira, contou que sempre que chove, as famílias vivem o mesmo drama. “Minha casa é toda invadida pela água. Molha sofá, geladeira, tudo. Sempre acontece isso, agora eu estou ilhada, no meio do rio”, reclamou.


Outra que sofreu com a chuva da tarde deste sábado foi Nazária Nunes Rodrigues. “A chuva está prejudicando muito, as casas enchem tudo, os móveis ficam molhados e tem que levantar tudo”, aponta a moradora, explicando que os transtornos passaram a se repetir com frequência nos últimos tempos.


“Toda vez que chove acontece isso. Qualquer chuva enche aqui”, finaliza.


Para este domingo, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê dia nublado em Corumbá, com possibilidades de pancadas de chuva forte e trovoadas.

Jornal Midiamax