O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, negou em entrevista à Brasil nesta segunda-feira, 2, que tenha cogitado intervenção federal na segurança pública da ou em qualquer outro Estado.

“Eu confio nas instâncias estaduais, como MP, Corregedoria da Polícia, porque é assim que a lei manda, e disse que são eles que devem avaliar a proporcionalidade da ação. Isso que eu disse sobre SP digo sobre Bahia e Maranhão, qualquer Estado. Nós não vamos fazer intervenção nos Estados. Estamos chamando eles para dialogar”, afirmou.

As em torno de um plano de segurança pública nacional aumentaram nos últimos dias depois da crise na Bahia, com mais de 60 mortos em operações policiais.

Saiba Mais