Mais duas mortes foram confirmadas em Santa Catarina, em decorrência das fortes que atingem municípios do Estado, conforme balanço divulgado pela na noite de segunda-feira (16), mais um dia marcado pelo retorno dos temporais. Tratam-se de dois homens. Um deles foi eletrocutado ao tentar tirar de casa um aparelho de ar condicionado, em Três Barras, e o outro sofreu uma descarga elétrica ao sair a cavalo para lidar com o gado, em Calmon. Ao todo, seis pessoas já morreram.

Desde o início de outubro deste ano, as fortes chuvas têm causado transtornos aos moradores. Ainda de acordo com o relatório atualizado, ao menos 145 municípios registraram ocorrências relacionadas às chuvas, 125 estão em emergência e Rio do Sul, no Alto Vale, decretou, na segunda-feira, estado de pública. O Estado tem 295 municípios, sendo Florianópolis a capital.

O alerta para fortes chuvas se mantém nesta terça-feira (17), com risco de moderado a alto para ocorrências associadas com queda de árvores, danos à rede elétrica, alagamentos, enxurradas, inundações graduais e deslizamentos.

“Na quarta-feira, 18, as instabilidades perdem força no leste do Estado, onde ainda haverá muita nebulosidade e deve ocorrer chuva fraca. Entre o Grande Oeste e parte do Alto Vale do Itajaí e dos planaltos, a atuação de sistemas de baixa pressão e a persistência do fluxo de ar quente e umidade do norte do País, continuam favorecendo a ocorrência de temporais isolados ao longo do dia”, alerta a defesa civil catarinense.

Ao menos 24 mil pessoas estão desabrigadas em 78 municípios de Santa Catarina, segundo o último balanço oficial divulgado pelo órgão.