A Caixa Econômica Federal (CEF) repactuou R$ 2,3 bilhões em dívidas do Fies na primeira semana de renegociações de débitos do programa. Ao todo, foram 45 mil solicitações de adesão à renegociação ao longo desse período, de acordo com o banco público.

Segundo a Caixa, foram concedidos R$ 1,9 bilhão em descontos nas renegociações, o que levou a um desconto médio de 85,5% sobre os valores originais.

No início da campanha, a Caixa estimou que 1,2 milhão de estudantes poderiam renegociar as dívidas do Fies junto ao banco Ao todo, o montante envolvido chegava a R$ 51 bilhões.

A renegociação das dívidas do Fies começou na última semana, e além da Caixa, também envolve o Banco do Brasil. As condições se aplicam a financiamentos contratados até o segundo semestre de 2017, e que estavam em fase de amortização em 30 de junho deste ano. O prazo para a renegociação vai até 31 de maio de 2024.