RJ: Polícia apreende cobra Píton rara avaliada em R$ 15 mil

Segundo informações, um homem mantinha o animal em um estabelecimento comercial e foi detido
| 16/02/2022
- 19:15
Serpente apreendida
Serpente apreendida - Divulgação

A polícia civil do Rio de Janeiro apreendeu uma píton amarela também conhecida como píton birmanesa albina em uma residência em Nilópolis, na Baixada Fluminense, nesta segunda-feira (14). Segundo informações, um homem mantinha o animal em um estabelecimento comercial e acabou detido.

Conforme as informações dos agentes, a cobra é nativa da Ásia e da África e a píton amarela não é venenosa. Trata-se de uma das maiores serpentes constritoras do mundo, ou seja, ela mata suas presas se enroscando nelas, até sufocá-las. A serpente também é classificada pelo (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Sua importação e criação são proibidas no Brasil, exceto em casos autorizados pela fiscalização ambiental.

Segundo o Correio Brasiliense, no mercado clandestino, um filhote da cobra chega a valer R$ 3 mil. Um espécime adulto, que pode atingir 10 metros e 80 quilos, custa cerca de R$ 15 mil.

O homem que mantinha a cobra na residência foi liberado após pagamento de fiança, mas deve responder pelo crime de criação de animais silvestres exóticos.

Veja também

Tribunal Regional Eleitoral do Pará também sofreu com as mesmas brincadeiras

Últimas notícias