Concurso da USP é cancelado após sobrinhas de funcionária alcançarem 1º e 2º lugar

Com quase 7 mil candidatos e 22 vagas foi cancelado após descobrirem que duas sobrinhas de uma funcionária da instituição ficaram em 1º e 2º lugar no certame
| 22/07/2022
- 16:45
USP
Hospital Universitário da USP (Foto: USP/Divulgação)

Um da Universidade de São Paulo (USP) com quase 7 mil candidatos e 22 vagas foi cancelado após descobrirem que duas sobrinhas de uma funcionária da instituição ficaram em 1º e 2º lugar no certame. A seleção era para técnicos de enfermagem do (HU), onde justamente a funcionária Sueli Barros trabalha.

Segundo a instituição, uma comissão de apuração interna, instalada no fim de junho, constatou falha na segurança do sigilo dos dados durante o processo de conferência do gabarito da prova, gerando potencial risco de vazamento, embora não haja evidência que isto tenha ocorrido e conflito de interesses decorrente da participação no processo de conferência do gabarito de um funcionário aparentado com dois candidatos do concurso.

Início da suspeita

Pelas redes sociais, os candidatos do concurso descobriram que as primeiras colocadas, além de serem irmãs, são também sobrinhas de Sueli Barros, secretária-executiva de Educação Continuada do Hospital Universitário da USP. Este departamento colabora com a formulação dos exames de concursos públicos, aplicados pela Fuvest.

O que diz a USP

Em nota ao UOL, a Superintendência do HU afirma estar em tratativas com a Fuvest para aplicação de uma nova prova a ser elaborada por equipe externa ao Hospital Universitário, cuja realização será divulgada em data oportuna.

De acordo com a entidade, a comissão sugeriu à Superintendência do HU que a prova para técnico de enfermagem realizada em julho deste ano seja anulada e que uma nova banca elaboradora seja composta por membros externos ao HU, que devem formalizar a ausência de potenciais conflitos de interesses e o entendimento quanto às medidas de segurança e sigilo de dados durante o processo e que a nova prova seja aplicada oportunamente, com acesso apenas aos inscritos no concurso.

Nota

"Não foi possível identificar qualquer evidência de vazamento das questões ou do gabarito da prova; foi constatada falha na segurança do sigilo dos dados durante o processo de conferência do gabarito da prova, gerando potencial risco de vazamento, embora não haja evidência que isto tenha ocorrido; foi constatado conflito de interesses decorrente da participação no processo de conferência do gabarito de um funcionário aparentado com dois candidatos do concurso.

A Comissão de Apuração fez as seguintes sugestões acatadas pela Superintendência do Hospital Universitário: Que a prova para Técnico de Enfermagem realizada em 12/06/2022 seja anulada; que uma nova banca elaboradora seja com composta por membros externos ao HU, os quais devem formalizar a ausência de potenciais conflitos de interesses e o entendimento quanto às medidas de segurança e sigilo de dados durante o processo; que a nova prova seja aplicada oportunamente, com acesso apenas aos inscritos no Concurso do Edital HU nº 47/2022.

A Superintendência do HU está em tratativas com a FUVEST para aplicação de uma nova prova a ser elaborada por equipe externa ao Hospital Universitário, sob coordenação direta da FUVEST, cuja realização será divulgada em data oportuna."

*Com informações do site Uol

Veja também

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o coordenador da força-tarefa da Operação Lava...

Últimas notícias