Chefe do Banco Central da Rússia afirma que declínio econômico está a caminho

Conselho de Administração do banco manteve as taxas de juros em 20%, estabelecidas no dia 28 de fevereiro
| 18/03/2022
- 19:50
Chefe do Banco Central da Rússia afirma que declínio econômico está a caminho
Divulgação

A presidente do da Rússia, Elvira Nabiullina, afirmou nesta sexta-feira, 18, que a inflação do país vai aumentar nos próximos meses devido às sanções pela invasão à Ucrânia e que a economia do país vai começar a declinar. Mais cedo, o Conselho de Administração do banco manteve as taxas de juros em 20% — estabelecidas no dia 28 de fevereiro.

Antes do dia 28, as taxas de juros estavam em 9,5%. A duplicação desse percentual e os controles de capital que restringem o movimento de dinheiro ajudaram a sustentar a estabilidade financeira da Rússia e a impedir aumentos descontrolados de preços, disse o banco. Entretanto, as últimas informações sobre a inflação do país mostram que os preços em março estão 12,5% mais altos do que o mesmo período em 2021.

A guerra da Rússia contra a Ucrânia levou a severas sanções econômicas dos e da Europa, encorajou um grande número de empresas e bancos ocidentais a se retirar do país e isolou a Rússia de grande parte do sistema financeiro global. "A economia russa está entrando na fase de uma transformação estrutural em larga escala, que será acompanhada por um período temporário, mas inevitável, de aumento da inflação", disse o banco central russo em comunicado na sexta-feira.

A presidente do banco acrescentou que o produto interno bruto (PIB) "declinará nos próximos trimestres". Dois trimestres consecutivos de declínio são geralmente considerados uma recessão.

Nabiullina também destacou o efeito das sanções na economia russa. "Hoje, quase todas as empresas estão enfrentando interrupções nas cadeias produtivas e logísticas e em seus acordos com empresas estrangeiras", disse.

O aumento da inflação foi puxado pelo aumento na demanda por carros, eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos e outros bens, à medida que as pessoas correram para comprar porque temiam que os preços subissem e os suprimentos acabassem. O rublo perdeu cerca de 30% de seu valor em relação ao dólar este ano.

Durante um evento patriótico nesta sexta-feira, 18, o presidente Vladimir Putin discursou para uma multidão e lembrou a história do país de superação das adversidades. O trecho foi uma forma de encorajar os russos a enfrentarem a crise econômica e minimizar as dificuldades geradas pelo declínio. "O comandante da Marinha Fiodor Ushakov disse uma vez que as tempestades são para a glória da Rússia", disse Putin.

O presidente indicou Nabiullina para mais um mandato à frente do banco central nesta sexta-feira. Ela ocupa o cargo desde 2013. Nabiullina também disse que as negociações de ações na Bolsa de Moscou permanecerão fechadas, mas as negociações de títulos do governo serão retomadas na segunda-feira, 21. As ações não são negociadas na bolsa desde 25 de fevereiro. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS).

 

Veja também

A causa da morte ainda não foi divulgada. Ronaldo Ramos Caiado Filho tinha 40 anos

Últimas notícias