Campanha de Lula criará plataforma digital para receber propostas de governo

A expectativa é que essa plataforma receba sugestões pelo prazo de um mês
| 02/06/2022
- 17:15
Campanha de Lula criará plataforma digital para receber propostas de governo

A presidencial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criará uma plataforma digital para que a sociedade participe do debate programático e envie sugestões que possam ser incorporadas ao programa de governo.

O assunto foi debatido durante reunião, realizada nesta quinta-feira, 2, que contou com a presença de dois representantes de cada partido que compõe a coligação do ex-presidente: PT, PSB, PCdoB, PV, Rede, e Solidariedade. O grupo é coordenado pelo ex-ministro Aloizio Mercadante, responsável pela formulação do conteúdo do programa de governo.

A expectativa é que essa plataforma receba sugestões pelo prazo de um mês. Após esse período, o projeto continuará recebendo contribuições que poderão ser utilizadas em um eventual governo Lula.

Como mostrou o Estadão/Broadcast, o tamanho do programa de governo a ser apresentado tornou-se ponto de discussão entre integrantes da campanha. Após a primeira reunião realizada entre os representantes da legenda, ainda em maio, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, defendeu a elaboração de um programa "mais enxuto".

Mercadante tem dito que o plano deve ser divulgado somente no início da campanha, em agosto. Segundo ele, há o risco de Bolsonaro, ainda no cargo, "roubar" propostas.

Eixos

Além da plataforma, a reunião abordou os três eixos estruturantes do programa: desenvolvimento social e garantia de direitos; desenvolvimento econômico, sustentabilidade socioambiental e combate à crise climática; e reconstrução do Estado e da soberania e defesa da democracia.

Veja também

Últimas notícias