O presidente da dos Deputados, (PP-AL), foi a primeira autoridade a reconhecer o resultado da eleição presidencial. Neste domingo (30), das eleições gerais de 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conquistou novo mandato.

Lira disse que a vontade da maioria não deve ser contestada e cobrou ainda a necessidade de se unificar o País.

“A vontade da maioria jamais deverá ser contestada e seguiremos em frente na construção de um País soberano. Um Brasil no caminho das reformas, um estado menor e mais eficiente. E esse recado foi dado e deverá ser levado a sério. Ao presidente eleito, a Câmara lhe dá os parabéns e reafirma o compromisso com o Brasil com diálogo e transparência”, declarou.

O presidente da Câmara afirmou ainda que não é o momento de revanchismo ou qualquer tipo de perseguição. “O momento é de olhar e debater nas instâncias legítimas e democráticas e avançar para melhorar a vida de todos e principalmente dos mais vulneráveis”, defendeu.