Brasil

Bolsonaro diz que 'não cumprirá' decisões de Moraes

Presidente alegou que ministro deveria "pedir para sair"

Renata Fontoura Publicado em 07/09/2021, às 16h34

Moraes é responsável por inquéritos que apuram o financiamento de atos antidemocráticos
Moraes é responsável por inquéritos que apuram o financiamento de atos antidemocráticos - Reprodução

Jair Bolsonaro declarou em seu discurso nesta terça-feira (7), na Avenida Paulista, que "só Deus" o tira de Brasília. 

O presidente ainda atacou diretamente o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, ao pedir a soltura de aliados que foram detidos por participarem de manifestações que atentam à Constituição.

Bolsonaro alegou que Moraes deveria "se enquadrar" ou "pedir para sair"; e afirmou que não vai admitir que "pessoas como Alexandre de Moraes continuem a açoitar a Constituição", embora não tenha explicado a que atitudes do ministro estava se referindo.

Moraes é responsável por inquéritos que apuram o financiamento de atos antidemocráticos e já determinou o cumprimento de medidas judiciais contra bolsonaristas.

Jornal Midiamax