Desembargador diz que advogado não tem conhecimentos e manda OAB reavaliá-lo

Decisão repercute no meio jurídico
| 05/02/2018
- 21:19
Desembargador diz que advogado não tem conhecimentos e manda OAB reavaliá-lo

Decisão repercute no meio jurídico

que atua no  deverá ser submetido a novo exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Isso porque desembargador Jaime Ferreira de Araújo, do TJMA (Tribunal de Justiça do Maranhão) avaliou que o profissional não tem “conhecimentos mínimos”. 

O advogado pedia a liberação de um veículo apreendido, nesta segunda-feira (5). mas protocolou um habeas corpus, pedido considerado equivocado pelo magistrado, que registrou isso na sua decisão.

O desembargador declarou, no despacho, que o advogado “não detém conhecimentos mínimos para o exercício da profissão” e chegou a sugerir que a OAB-MA o inscreva “na Escola da Advocacia” para que seja submetido a um novo Exame de Ordem.

“Verificando que o advogado impetrante não detém conhecimentos mínimos para o exercício da profissão, determino que sejam impressas todas as peças do presente processo – inclusive esta decisão – a serem encaminhados ao Presidente da Seccional local da OAB, para que sua Excelência mande inscrevê-lo, ex ofício, na Escola da Advocacia para que seja submetido a uma nova prova daquela entidade. Não sendo ele aprovado na prova de que se trata, reúna sua Diretoria para decidir se cassam ou não a Carteira daquele que ajuíza ação temerária, que Rui Barbosa, se vivo fosse, teria vergonha de dizer que pertenceria à mesma categoria profissional deste impetrante”.

Veja também

As informações constam no inquérito policial que apura as causas e responsabilidades pelo assassinato.

Últimas notícias