Leitura de relatório da Reforma da Previdência é adiada para quarta-feira

Relatório seria apresentado nesta terça-feira, mas passará por ajustes finais
| 18/04/2017
- 16:17
Leitura de relatório da Reforma da Previdência é adiada para quarta-feira

Relatório seria apresentado nesta terça-feira, mas passará por ajustes finais

A leitura do relatório da proposta de , elaborado pelo deputado Arthur Maia (PPS), agendada para esta terça-feira (18) foi remarcada para esta quarta-feira (19).

O adiamento, segundo o presidente da comissão especial onde o relatório seria lido, deputado Carlos Marun (PMDB), se deve à falta de tempo para fechar o texto

Marun disse que o prazo das votações do relatório por parte da comissão ainda será mantido, apesar do adiamento da leitura. O presidente Michel Temer (PMDB) e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não teriam visto "problema no adiamento".

O relator Arthur Maia, o presidente da República e deputados da base aliada ainda se encontrarão nesta terça-feira para um café da manhã no Palácio do Alvorada. 

A expectativa era de que o encontro servisse para "selar" o relatório da reforma previdenciária. Entretanto, os deputados deverão discutir pontos finais sobre o texto, principalmente em relação ao tempo de contribuição e idade mínima para aposentadoria integral de mulheres.

"Não é unanimidade nem base nem no governo nem na comissão", declarou Marun sobre as aposentadorias femininas, que são o principal ponto de dúvida dos “5%” restantes para a definição do texto, como definiu.

O deputado garante que até o fim de semana que vem, o relatório deverá ser votado pela comissão especial, e ir para votação no plenário da Câmara dos Deputados até a segunda semana de maio.

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Veja também

O Ministério Público Federal abriu investigação para apurar denúncias de assédio sexual feitas por funcionárias...

Últimas notícias