Criticado por racismo, Michel Teló apaga foto de campanha

Sertanejo foi criticado após fazer "blackface", uma prática racista que foi popular no século 19
| 10/07/2015
- 16:44
Criticado por racismo, Michel Teló apaga foto de campanha

Sertanejo foi criticado após fazer “blackface”, uma prática racista que foi popular no século 19

A intenção de era das melhores, mas o tiro acabou saindo pela culatra. Na quinta-feira (9), o cantor publicou uma foto com metade do rosto pintado de preto para emplacar uma campanha contra o . “Contra todo e qualquer tipo de preconceito”, escreveu ele na legenda, convidando Thais Fersoza e os sertanejos Belutti e Fernando a fazerem o mesmo.

Além dele, quem também entrou na onda e aderiu a campanha foi Mariano, da dupla com Munhoz.

O problema, porém, é que muitas pessoas entenderam o ato como uma referência ao “blackface”, uma prática considerada racista que foi popular no século 19, quando os atores brancos pintavam o rosto para interpretar negros no teatro.

Após as críticas, os dois apagaram as fotos das redes sociais.

Teló não falou sobre o caso, mas Mariano publicou uma nova imagem se desculpando com os fãs. “Peço desculpas se ofendi alguém no post anterior com a campanha contra o racismo, não sabia desse tal de #BlackFace , postei com a melhor intenção possível assim como a campanha foi criada, perdão mais uma vez! #XôPreconceito”.

 

Veja também

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, enviou hoje (8) ofício ao...

Últimas notícias