Variedades / Saúde

Médicos explicam importância de prevenção em Outubro Rosa na Câmara

Laços rosa foram distribuídos como alerta

Evelin Cáceres Publicado em 06/10/2015, às 16h17

None
hc.jpg

Laços rosa foram distribuídos como alerta

Na Câmara de Campo Grande nesta terça-feira (6), laços cor de rosa foram distribuídos como alerta para a prevenção ao câncer de mama como parte das manifestações do Outubro Rosa. A tribuna foi ocupada pela médica mastologista, Dra. Marilana Geimbra de Lima, que falou da importância do exame de mamogafia para o diagnóstico precoce do câncer.

A convite da vereadora Carla Stephanini, Marilana destacou que a situação no Brasil ainda é alarmante, já que 57 mil mulheres são diagnosticadas por ano com câncer de mama, sendo que 14 mil morrem pela doença. “É muita gente morrendo ainda pela doença. Em Mato Grosso do Sul são 750 mulheres com diagnóstico novo, sendo 330 em somente em Campo Grande. Mato Grosso do Sul ocupa um taxa de mortalidade de 1,7 %”, afirmou.

Diretor do Hospital de Câncer “Alfredo Abrão”, Dr. Carlos Alberto Coimbra destacou que a maior parte dos pacientes já chega à unidade de saúde em estágios avançados da doença. “Hoje no Hospital os pacientes já chegam no estágio 3 e 4 da doença, quando já não tem tratamento médico, a não ser o tratamento paliativo. Precisamos de ações de prevenção e conscientização”.

O vereador Eduardo Cury, que também é médico, disse que por duas vezes venceu o câncer e que o diagnóstico rápido, por meio de exames rotineiros, são as melhores formas de combater a doença. Estiveram também presentes na solenidade a delegada da mulher Rosely Molina e líderes comunitárias. 

Jornal Midiamax