Variedades

VÍDEO: Em 1996, Lula pede que povo não esqueça de impeachment

Internautas comparam opinião de petista 20 anos depois

Jessica Benitez Publicado em 13/03/2016, às 13h20

None
lula.jpg

Internautas comparam opinião de petista 20 anos depois

Em mais um dia de protesto contra o governo Federal e a corrupção em todo o Brasil, circula nas redes sociais e Whatsapp vídeo em que o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pede à população brasileira para nunca mais esquecer que quem é eleito pode ser destituído pelo povo. O comentário foi feito em entrevista ao extinto Programa Livre, apresentado por Serginho Groisman, em 1996. 

A pergunta veio do tradicional “fala garoto”, espaço dado à plateia para sabatinar os convidados. Na gravação uma moça pergunta ao petista sobre o impeachment vivido por Fernando Collor. Lula respondeu que embora lamentasse pela demora de três anos para que as denúncias feitas pelo PT e parte da mídia fossem comprovadas, estava feliz pela importância do feito.

“O que foi gratificante pra mim foi saber que aquilo que nós tínhamos denunciado durante a campanha foi provado três anos depois. Tudo aquilo que aconteceu nós denunciávamos durante a campanha. Não apenas nós, mas uma parte da imprensa denunciava, intelectuais, artistas denunciavam. Todo mundo sabia, porque o passado político do Collor era tenebroso. Agora, foi uma pena que precisou três anos para provar”, disse.

“Foi importante porque, pela primeira vez na América Latina, o povo brasileiro deu demonstração de que é possível o mesmo povo que elege um político, destituir esse político. Eu peço a Deus que nunca mais o povo brasileiro esqueça essa lição”, completou. Hoje, vinte anos depois, parte da população volta às ruas e pede o impeachment da presidente da República Dilma Rousseff (PT), além do fim da corrupção.  

Jornal Midiamax