Prefeitura e diretores discutem normas para retorno às aulas em Dourados

Diretores de escolas e também de Ceims (Centros de Educação Infantil) e da Reme (Rede Municipal de Ensino) de Dourados se reuniram com administração municipal no início desta semana para tratarem da volta às aulas. A organização do calendário escolar de 2021 foi o principal tema dos debates. Segundo a secretária, Ana Paula Benites Fernandes, […]
| 27/01/2021
- 11:50
Prefeitura e diretores discutem normas para retorno às aulas em Dourados
Reunião entre diretores aconteceu no início da semana.(Foto: Leandro Silva) - Reunião entre diretores aconteceu no início da semana.(Foto: Leandro Silva)

Diretores de escolas e também de Ceims (Centros de Educação Infantil) e da Reme (Rede Municipal de Ensino) de Dourados se reuniram com administração municipal no início desta semana para tratarem da . A organização do calendário escolar de 2021 foi o principal tema dos debates.

Segundo a secretária, Ana Paula Benites Fernandes, foi a primeira reunião do ano para discutir ações do ano letivo de 2021. “Os diretores são muito importantes para organização, eles estão à frente e executam grande parte do planejamento de ações para o retorno das aulas”, explicou a secretária.

O prefeito também participou da reunião. “Nossa rede é uma equipe com capital humano qualificado. Sabemos dos desafios, das dificuldades, mas contamos com todos profissionais para transformar a educação do nosso município”, declarou.

A secretária ressaltou que o calendário escolar será cumprido. “A criança terá 200 dias letivos, seja presencial ou remoto. Se as autoridades sanitárias autorizarem o retorno em sala de aula iremos cumprir as normas técnicas e receber os alunos. Mas de uma forma ou de outra, haverá aula”, garantiu Ana Paula.

Segundo informações da Prefeitura de Dourados, os pais têm até o dia 29 de janeiro para fazer a inscrição da matrícula no site da prefeitura (www.dourados.ms.gov.br). Esse é o segundo período aberto pela administração.

No dia 31 será publicada a lista de designação e os pais têm de 1 a 5 de fevereiro para fazer a matrícula na Escola ou Ceim que for contemplado. “Aquele pai que não conseguir vaga nessa segunda fase da matrícula deve entrar em contato com a central de regulação a partir do dia 8 de fevereiro”, concluiu a secretária.

Veja também

Três projetos de Lei foram pautados para primeira discussão

Últimas notícias