Sem Categoria

Primeiro Diário Oficial após posse traz atos de Reinaldo e da equipe de Puccinelli

Decretos oficializam nomeações de novos secretários

Midiamax Publicado em 02/01/2015, às 12h06

None
imagem_de_destaque.jpg

Decretos oficializam nomeações de novos secretários

O primeiro Diário Oficial do Estado após a posse de Reinaldo Azambuja (PSDB) no governo de Mato Grosso do Sul traz atos do novo e da equipe do antecessor chefe do Executivo, André Puccinelli (PMDB). Por parte do tucano, há 13 decretos de nomeações, todos de secretários estaduais.

Já o peemedebista assina decreto que amplia vagas de um processo seletivo interno da Polícia Militar. Abre mais 15 postos para policiais disputarem promoção a sargento.

Também foi republicada uma suplementação orçamentária, no valor de R$ 15,3 milhões, feita por Puccinelli. Fora isso, são despachos rotineiros de, agora, ex-secretários estaduais ou chefes de órgãos da administração indireta.

O tucano, além das nomeações, publicou decretado designando Gerson Claro Dino para acumular dois cargos em sua gestão. Será secretário especial da Secretaria de Governo, além de chefiar o Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

As outras nomeações já publicadas são de Adalberto Neves Miranda, na PGE (Procuradoria Geral do Estado); Athayde Nery, na Secretaria Estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação; Carlos Alberto de Assis, na Secretaria de Administração e Desburocratização; Marcelo Miglioli, que assume a pasta de Infraestrutura; Eduardo Riedel, novo secretário de Governo; Jaime Verruck, na Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico; Márcio Monteiro, secretário de Fazenda; Maria Cecília Amêndola, na Educação; Nelson Tavares, secretário de Saúde; Sérgio de Paula, na Casa Civil; Sílvio Maluf, na Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública), e Rose Modesto, a vice-governadora, nomeada para a pasta de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho.

Jornal Midiamax