O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) julgou como não prestadas as contas eleitorais do PP (Partido Progressista) de , município a 161 km de

O com a informação foi publicado no DJEMS (Diário da Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul), desta quarta-feira (17). O documento é assinado pelo Juiz Eleitoral da 11ª Zona Eleitoral de Rio Brilhante, Evandro Endro. 

Conforme a publicação, as contas não prestadas são referentes ao pleito de 2022, transitado em julgado na última segunda-feira (15). 

A situação faz com que o diretório municipal tenha suspenso o de recebimento de recursos do FEFC (Fundo Especial de de Campanha) e do Fundo Partidário enquanto a situação não for regularizada.

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok