O estado de receberá até R$ 7 milhões, enviados pela ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico). Os recursos serão usados no âmbito do Progestão (Programa de Consolidação do Pacto Nacional pela Gestão das Águas).

O extrato do contrato foi publicado no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (27). A publicação do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional é feita por meio da Superintendência de Administração, Finanças e Gestão de Pessoas.

Assim, os valores deverão ser usados para o alcance de metas de gerenciamento de recursos hídricos, cumprimento de metas de cooperação federativa, de gerenciamento dos recursos hídricos em âmbito estadual e de investimentos estaduais.

Assinado em 10 de outubro, o contrato tem vigência até 30 de setembro de 2028. Por fim, MS é representado pelo (Instituto de de Mato Grosso do Sul) no contrato.