O governo de declarou de utilidade pública para fins de desapropriação áreas localizadas no entorno do município de Chapadão do Sul, distante 330 km de , para obras do anel viário na MS-306, que é administrada pela concessionária Way-306. As terras pertencem à e medem 6,3 mil hectares.

Esse é o primeiro passo para o processo de desapropriação, em que o Estado paga indenização ao proprietário para usar imóvel ou área para fins de utilidade pública.

O decreto foi publicado na edição desta sexta-feira (10) do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul.

Dessa forma, a concessionária responsável pela rodovia fica autorizada a adotar as providências necessárias à efetivação da desapropriação, de que trata este Decreto, por via amigável ou judicial, em nome do Estado de Mato Grosso do Sul.

Vale ressaltar que as despesas decorrentes para a desapropriação será por conta da concessionária.

Saiba Mais