A Prefeitura de Campo Grande abriu crédito suplementar de R$ 30 milhões, de acordo com extrato divulgado nesta terça-feira (21).

Segundo informado, o remanejamento do recurso usa autorização legislativa para o município abrir créditos desta natureza, até o limite de 15%. Quando a verba ultrapassa essa margem, é preciso encaminhar um projeto de lei à Câmara Municipal.

Prefeitura de Campo Grande

Na tabela divulgada nesta terça-feira, o Executivo municipal informa que os R$ 30 milhões vão para o FMS (Fundo Municipal de Saúde).

suplementação, termo usado pela administração pública, basicamente, é quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público.