Política / Transparência

Projeto de reforma do Presídio de Trânsito fracassa sem interessados em licitação

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) declarou deserta licitação para elaboração de projetos executivos para reforma e ampliação do Presídio de Trânsito de Campo Grande. O aviso foi publicado na edição desta quarta-feira (20) do DOE (Diário Oficial Eletrônico). Este é o segundo certame do governo que fracassa […]

Adriel Mattos Publicado em 21/01/2021, às 08h49 - Atualizado às 09h09

Presídio de Trânsito de Campo Grande (PTran). | Foto: Divulgação, Agepen
Presídio de Trânsito de Campo Grande (PTran). | Foto: Divulgação, Agepen - Presídio de Trânsito de Campo Grande (PTran). | Foto: Divulgação, Agepen

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) declarou deserta licitação para elaboração de projetos executivos para reforma e ampliação do Presídio de Trânsito de Campo Grande. O aviso foi publicado na edição desta quarta-feira (20) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Este é o segundo certame do governo que fracassa neste mês. O procedimento licitatório concluir e colocar em funcionamento o sistema de suporte à vida dos aquários e quarentena do Centro de Estudos e Pesquisas da Ictiofauna Pantaneira, o Aquário do Pantanal, também não teve interessados.

A licitação havia sido lançada em novembro de 2020. O objetivo é realizar a elaboração da planta baixa, cobertura e toda a parte estrutural da obra. Após isso, haveria outro certame para as obras em si.

Com a reforma e ampliação, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) estima acrescentar mais 136 vagas na unidade. A Agesul ainda deve lançar novo edital para continuar o projeto.

Jornal Midiamax