Precariedade no atendimento prestado por UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de será investigada pelo (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). de n.º 06.2020.00001353-6 foi instaurado sobre a situação e publicado na edição desta quinta-feira (28) do Diário Oficial do órgão.

Pelo procedimento, será apurada tanto a falta de remédios quanto de profissionais para prestarem atendimento. Conforme a publicação, é permitido a qualquer pessoa prestar informações que possam levar ao esclarecimento dos fatos.

Não foi divulgado, contudo, a causa da apuração nem que tenha motivado o inquérito, que correrá sob sigilo e responsabilidade do promotor de Justiça Eteócles Brito.