O (Ministério Público de ) instaurou para apurar ‘defeitos e inconsistência' na prestação de serviços médicos no Centro Avançado de Hemodiálise do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em .

Inaugurado em maio de 2019, o Centro foi divulgado pelo Governo do Estado como referência para atendimento a pacientes da região do Bolsão. Na ocasião, o hospital prestava o serviço com 10 máquinas antigas. Após a construção do centro, mais 14 máquinas foram inauguradas, elevando a capacidade de atendimento de 89 para 120 pacientes em três turnos.

Na edição do Diário Oficial do MPMS desta quarta-feira (27), foi instaurado o inquérito de n.º 06.2021.00000010-1 para apurar problemas na prestação do serviço. A investigação será conduzida pelo titular da 4ª Promotoria de Justiça, Etéocles Brito Mendonça.

Além do hospital, constam como requeridos o Estado de MS e o município de Três Lagoas. Na publicação, é permitido a ‘qualquer pessoa' prestar informações que ajudem no esclarecimento dos fatos. Não foram informados detalhes das falhas no serviço e o inquérito corre sob sigilo.