Política / Transparência

Saúde compra R$ 4,9 milhões em correlatos hospitalares para enfrentamento do coronavírus

Sondas e cateteres foram comprados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) em dois contratos publicados pelo valor total de R$ 4,9 milhões. Os correlatos hospitalares vão atender demanda para enfrentamento da pandemia do coronavírus em Mato Grosso do Sul. O primeiro contrato publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (9) é com a […]

Renata Volpe Publicado em 09/06/2020, às 12h33 - Atualizado às 13h37

Entre correlatos hospitalares adquiridos pela SES, estão as sondas. (Divulgação, Prefeitura de SP)
Entre correlatos hospitalares adquiridos pela SES, estão as sondas. (Divulgação, Prefeitura de SP) - Entre correlatos hospitalares adquiridos pela SES, estão as sondas. (Divulgação, Prefeitura de SP)

Sondas e cateteres foram comprados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) em dois contratos publicados pelo valor total de R$ 4,9 milhões. Os correlatos hospitalares vão atender demanda para enfrentamento da pandemia do coronavírus em Mato Grosso do Sul.

O primeiro contrato publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (9) é com a empresa Cirúrgica MS pelo valor de R$ 77.959,00  a serem pagos com recursos do Fundo Especial de Saúde. A empresa vai fornecer 10.045 sondas, no total. 

O contrato de maior valor é com a Universal Produtos Hospitalares, por R$ 4.832.130,40 (quatro milhões e oitocentos e trinta e dois mil e cento e trinta reais e quarenta centavos). A empresa vai fornecer 103.720 sondas de alimentação; 30.000 cateter duplo; 15.000 cateter triplo e 6.000 sistema de aspiração traqueal fechado infantil.

Portanto, a vigência dos contratos é de 180 dias, podendo ser prorrogada devido a pandemia de Covid-19.

Jornal Midiamax