Política / Transparência

SAD oficializa contrato com empresa de limpeza no valor de R$ 18,1 milhões

A SAD (Secretaria Estadual de Administração) oficializou o contrato com a Guatós Prestadora de Serviços, após a empresa ter sido admitida sem licitação, substituindo a Vyga em agosto do ano passado. O processo licitatório foi divulgado este ano e a empresa venceu o trâmite. Com isso, nesta quinta-feira (27), a secretaria publicou dois contratos corporativos […]

Renata Volpe Publicado em 27/02/2020, às 07h56 - Atualizado em 08/03/2020, às 16h20

None
Empresa vai prestar serviços de limpeza em todos os prédios do Governo, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax)
Empresa vai prestar serviços de limpeza em todos os prédios do Governo, em Campo Grande. (Arquivo, Midiamax)

A SAD (Secretaria Estadual de Administração) oficializou o contrato com a Guatós Prestadora de Serviços, após a empresa ter sido admitida sem licitação, substituindo a Vyga em agosto do ano passado. O processo licitatório foi divulgado este ano e a empresa venceu o trâmite. Com isso, nesta quinta-feira (27), a secretaria publicou dois contratos corporativos de adesão, no valor de R$ 18.167.365,80.

O primeiro contrato de adesão tem valor de R$ 1.000.369,80. Segundo o objeto publicado em Diário Oficial, a adesão da contratante-aderente é da empresa especializada em prestação de serviço de limpeza, asseio e conservação predial, copa, cozinha, jardinagem, manutenção, com fornecimento de materiais, que vai atender às necessidades de Órgãos e Entidades do Poder Executivo de Mato Grosso do Sul. 

O outro contrato é corporativo e de maior valor, R$ 17.166.996,00 e a Guatós vai realizar serviços de limpeza, asseio e conservação predial, copa, cozinha, jardinagem, manutenção, recepção, dedetização, desratização, descupinização e desalojamento de pombos, com fornecimento de materiais, em todos os Órgãos e Entidades do Poder Executivo.

Segundo a publicação, a vigência dos dois contratos é de 12 meses. Os dois extratos foram assinado pelo titular da SAD, Roberto Hashioka e pela responsável da empresa, Telma Cristina Fernandes Henriques.

Jornal Midiamax