Política / Transparência

Prefeitura remaneja R$ 40,3 milhões em recursos para 4 áreas e pagamento de pessoal

A Prefeitura de Campo Grande suplementou R$ 40,3 milhões em recursos, segundo decretos publicados em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). A suplementação, basicamente, é quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público. Segundo o decreto, R$ 4.316.000,00 saem do FMS (Fundo […]

Mayara Bueno Publicado em 03/08/2020, às 08h18 - Atualizado às 08h42

Placa informativa da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax, Arquivo).
Placa informativa da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax, Arquivo). - Placa informativa da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax, Arquivo).

A Prefeitura de Campo Grande suplementou R$ 40,3 milhões em recursos, segundo decretos publicados em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). A suplementação, basicamente, é quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público.

Segundo o decreto, R$ 4.316.000,00 saem do FMS (Fundo Municipal de Saúde) e Semed (Educação) e vão para Funsat (Trabalho) e Amhasf (Habitação). Outra suplementação no Diogrande é no valor de R$ 36.055.000,00 e, de acordo com o documento, é para atender “despesas com pessoal e encargos previdenciários”.

São retiradas verbas de diversas pastas e destinadas para outras, como Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Sefin (Secretaria de Finanças e Planejamento), PGM (Procuradoria-Geral do Município), Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).

Jornal Midiamax