Política / Transparência

Citado em denúncia de ‘máfia’, servidor é exonerado do Detran-MS

Comissionado no Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) de São Gabriel do Oeste, Jefferson Uriel Malacarne foi exonerado de seu cargo no órgão, de acordo com publicação do DOE-MS (Diário Oficial do Estado de MS). Malacarne exercia a função de gerente de Agência II, no cargo de Gerência Executivo e Assessoramento. Um […]

Fábio Oruê Publicado em 21/12/2020, às 17h52 - Atualizado em 22/12/2020, às 09h27

(Imagem: Arquivo, Midiamax)
(Imagem: Arquivo, Midiamax) - (Imagem: Arquivo, Midiamax)

Comissionado no Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) de São Gabriel do Oeste, Jefferson Uriel Malacarne foi exonerado de seu cargo no órgão, de acordo com publicação do DOE-MS (Diário Oficial do Estado de MS).

Malacarne exercia a função de gerente de Agência II, no cargo de Gerência Executivo e Assessoramento. Um áudio viralizou em municípios da região norte do Estado com denúncias da existência de uma suposta ‘máfia’ na agência do Detran-MS de São Gabriel do Oeste, o que levou a Polícia Civil a abrir inquérito para apurar o caso.

Três pessoas foram investigadas pela suposta prática do crime de corrupção passiva, entre elas o ex-gerente da agência, Paulo Enrique Emiliani e Jefferson.

Quando a reportagem foi publicada com as denúncias, Jefferson negou as acusações. Segundo ele, os funcionários da agência registraram um boletim de ocorrência pelos crimes de calúnia e difamação contra a contribuinte que fez as denúncias e levou a polícia a instaurar inquérito para investigar a unidade do órgão estadual.

Após a divulgação do áudio, o servidor chegou a ser exonerado, mas para ser nomeado com um salário maior.

Jornal Midiamax