Política / Transparência

Prefeito sanciona reajuste de 4,17% em 2 parcelas a professores de Campo Grande

O reajuste de 4,17% dos professores foi sancionado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (26). O índice, no entanto, será pago em duas parcelas. Em outubro, a remuneração dos docentes vai receber acréscimo de 1% e, em dezembro, 3,1386%, completando o total aprovado. O reajuste abrange profissionais da […]

Mayara Bueno Publicado em 26/09/2019, às 08h04 - Atualizado em 27/09/2019, às 12h01

Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).
Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax). - Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).

O reajuste de 4,17% dos professores foi sancionado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (26). O índice, no entanto, será pago em duas parcelas.

Em outubro, a remuneração dos docentes vai receber acréscimo de 1% e, em dezembro, 3,1386%, completando o total aprovado. O reajuste abrange profissionais da educação, professores e especialistas em educação do quatro de pessoal do município.

Desde o início das tratativas sobre o acréscimo salarial, a prefeitura afirma não ter condições de reajustar além da inflação, devido às condições financeiras. Os professores chegaram a apresentar uma contraproposta, mas o percentual ficou definido em 4,17% – índice anunciado pelo município. O reajuste foi aprovado em 5 de setembro na Câmara Municipal de Campo Grande.

Jornal Midiamax