Política / Transparência

Secretário-adjunto de Defesa e Segurança Social pede exoneração da Prefeitura

Lourenço Gadarji exercia função desde início da gestão Marquinhos

Joaquim Padilha Publicado em 21/03/2018, às 12h50

None

Lourenço Gadarji exercia função desde início da gestão Marquinhos

O ex-comandante da Guarda Municipal, Lourenço Gaidarji da Costa,foi exonerado a pedido, nesta quarta-feira (21) do cargo de secretário-adjunto da Sesde (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social).

Lourenço ocupava o cargo de adjunto da Segurança desde o início da gestão do prefeito Marquinhos Trad (PSD), quando foi nomeado em 1º de janeiro de 2017.

Além de ter exercido o comando da Guarda Municipal, Lourenço é policial federal aposentado com 30 anos de serviço, além de bacharel em Direito pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).Secretário-adjunto de Defesa e Segurança Social pede exoneração da Prefeitura

A exoneração ocorre no mesmo dia em que o prefeito Marquinhos Trad assinou um decreto criando seis cargos comissionados, a partir da extinção de um cargo de DCA-1, símbolo do cargo de secretário-adjunto.

No Diogrande desta quarta-feira, foram publicadas as nomeações de sete servidores comissionados, e a exoneração de outros cinco em cargo de comissão, além de Lourenço. A assessoria de comunicação da Guarda Municipal não sabe dizer quem irá ocupar o cargo vago.

(matéria alterada às 08h32 de 22/03 para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax