Política / Transparência

Com decreto, Governo de MS abre R$ 122 milhões de créditos para Ageprev

Estado suplementou R$ 354 milhões de créditos a pastas

Joaquim Padilha Publicado em 24/11/2017, às 10h42

None

Estado suplementou R$ 354 milhões de créditos a pastas

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul publicou nesta sexta-feira (24) um decreto para abertura de mais de R$ 354 milhões de créditos suplementares às suas pastas. A origem dos recursos não foi informada, uma vez que os cancelamentos de outras pastas somaram apenas R$ 6,8 milhões.

Somente a Ageprev (Agência de Previdência Social de Mato Grosso do Sul) teve mais de R$ 112,7 milhões de créditos suplementados. Segundo o decreto, os recursos serão utilizados para garantir a previdência de servidores inativos e pensionistas.

Outro órgão que teve suplementos significativos em seu orçamento foi o TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que recebeu mais de R$ 68,5 milhões de créditos para manutenção das atividades judiciárias.

A Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) também teve suplementos orçamentários de mais de R$ 43,1 milhões. Os valores serão destinados ao reaparelhamento da Secretaria e à reforma das unidades de segurança pública do Estado.Com decreto, Governo de MS abre R$ 122 milhões de créditos para Ageprev

Já a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) recebeu R$ 37,8 mihões de créditos suplementares, enquanto a SED (Secretaria de Estado de Educação) recebeu suplementos na ordem dos R$ 47,4 milhões, ambas para funções administrativas.

Outras pastas tiveram suplementações menores, como o TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul), que recebeu R$ 15 milhões, e a Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica), que recebeu R$ 6,8 milhões.

O decreto que deu origem à abertura dos créditos suplementares foi assinado pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário interino de Estado de Fazenda, Guaraci Luiz Fontana, e publicado no Diário Oficial do Estado.

Jornal Midiamax