Política / Transparência

MPMS investiga Maternidade, Hospital do Câncer, HRMS, Hemosul e Lacen

Promotoria instaurou três inquéritos

Evelin Cáceres Publicado em 09/05/2016, às 16h09

None
mpms.jpg

Promotoria instaurou três inquéritos

A 32.ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública instaurou três inquéritos civis para investigar a Maternidade Cândido Mariano, Hospital do Câncer Alfredo Abrão, HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), Lacen (Laboratório Central) e Hemosul para averiguar irregularidades apontadas. As publicações constam no Diário Oficial do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) desta segunda-feira (9).

O inquérito 06.2016.00000597-9 vai analisar se está sendo executado o novo Protocolo de Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico – ISC, instituído no ano passado, por meio da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar da Associação de Amparo à Maternidade Cândido Mariano (AMMI).

Em outra investigação, a 06.2016.00000610-1, a promotoria analisa as irregularidades constatadas pela Vigilância Sanitária Estadual/MS no Hospital de Câncer Alfredo Abrão, elencadas no Relatório de Inspeção nº 144/2015, relativas à Unidade de Nutrição e Dietética.

No último inquérito publicado, apura se o Estado de Mato Grosso do Sul garante a continuidade da prestação dos serviços de saúde do HRMS, Laboratório Central/LACEN e Hemosul durante o período de greve dos servidores estaduais da saúde anunciada pelo SINTSS/MS.  As investigações são de responsabilidade da promotora Filomena Aparecida Depólito Fluminhan. 

Jornal Midiamax