Política / Transparência

Funesp suspende convênio de R$ 780 mil e investiga irregularidades

Sindicância foi aberta nesta sexta-feira pela Prefeitura

Gerciane Alves Publicado em 27/11/2015, às 20h44

None
guanandizao.jpg

Sindicância foi aberta nesta sexta-feira pela Prefeitura

A Funesp (Fundação Municipal de Esporte) abriu nesta sexta-feira (27) uma sindicância para investigar possíveis irregularidades em um convênio firmado com a Apef/MS (Associação dos Profissionais de Educação Física de Mato Grosso do Sul). A decisão foi publicada na edição de hoje do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

De acordo com a publicação do Diogrande do dia 29 de abril, o convênio foi firmado dia 1º de abril de 2015 e vigoraria até o dia 31 de dezembro deste ano podendo ser prorrogado por mais tempo. O repasse à associação seria de R$ 780 mil repassados em nove parcelas, sendo a primeira de R$ 156 mil e mais oito parcelas iguais de R$ 78 mil.

A publicação de abril explica ainda que o convênio foi firmado com o objeto de repassar recursos financeiros para a associação para ressarcimento de despesas e para a manutenção do local além de fornecer recurso para a compra de materiais esportivos, ajuda de custo e capacitação de instrutores que atuam na comunidade e para a implantação de projetos esportivos sociais e de lazer.

No entanto a Funesp ressalta na publicação de hoje que a associação “não possui objeto descrito de forma precisa, objetiva, clara e detalhada do que se pretende realizar”. Além disso, a Apef/MS não teria apresentado o necessário plano de trabalho e que a prestação de contas e deixou de apresentar documentos comprobatórios das despesas realizadas, extrato de conta corrente bancária e conciliação bancária.

Chegando a conclusão de que há indícios de irregularidades, a Funesp suspendeu o convênio com a Apef/MS e agora através da sindicância irá investigar o caso. Tentamos contato com a Associação dos Profissionais de Educação Física de Mato Grosso do Sul, mas não conseguimos localizar nenhum responsável. Pelo endereço informado na própria publicação do Diogrande, a sede da associação está localizada no Ginásio Guanandizão. 

Jornal Midiamax