Política / Justiça

Justiça de SC embarga por dano ambiental obra do maior edifício do Brasil

A Justiça de Santa Catarina embargou por danos ambientais as obras do edifício Infinity Coast, em Balneário Camboriú, a 80 km de Florianópolis. O projeto, que deve ter 60 andares e chegar a uma altura de 240 metros, ainda está na fase das fundações, mas pretende se tornar o prédio mais alto do Brasil. Antes […]

Arquivo Publicado em 03/05/2014, às 12h32

None
1590561598.png

A Justiça de Santa Catarina embargou por danos ambientais as obras do edifício Infinity Coast, em Balneário Camboriú, a 80 km de Florianópolis. O projeto, que deve ter 60 andares e chegar a uma altura de 240 metros, ainda está na fase das fundações, mas pretende se tornar o prédio mais alto do Brasil.


Antes da suspensão, o prazo previsto para entrega das unidades era 2017. Hoje, o maior edifício é o Mirante do Vale, de São Paulo, com 170 metros.


Usando a atriz americana Sharon Stone como garota propaganda, a construtora FG já anuncia o empreendimento e oferece apartamentos de luxo ao valor de até R$ 7 milhões cada um.


O prédio, inspirado nas construções do emirado árabe de Dubai, terá vista perpétua do mar e dois apartamentos por andar. Seu formato segue uma asa delta.


A suspensão da obra foi pedida pelo Ministério Público Estadual (MPE-SC). A ação pede demolição parcial do prédio, anulação do projeto arquitetônico e cancelamento do alvará concedido pela prefeitura da cidade.


Segundo o MPE, um parecer da Fatma (Fundação de Meio Ambiente de SC) indica que parte do edifício está a 11,92 metros do Canal do Marambaia, desrespeitando a distância mínima de 30 metros estabelecida pela legislação federal.


A assessoria da FG Empreendimentos divulgou nota informando que vai recorrer da decisão.

Jornal Midiamax