Política / Justiça

Exposição ‘O Legado’ recebe mais de 2.500 alunos no TJMS

Terminou na última sexta-feira (25) a exposição “O Legado”, com protótipos baseados em estudos de Leonardo Da Vinci. Foram recebidos no Tribunal de Justiça mais de 2.500 alunos de 55 escolas públicas e privadas. O TJMS foi o primeiro tribunal brasileiro a sediar a exposição, que esteve no Poder Judiciário do dia 18 de março […]

Arquivo Publicado em 30/04/2014, às 01h55

None

Terminou na última sexta-feira (25) a exposição “O Legado”, com protótipos baseados em estudos de Leonardo Da Vinci. Foram recebidos no Tribunal de Justiça mais de 2.500 alunos de 55 escolas públicas e privadas.

O TJMS foi o primeiro tribunal brasileiro a sediar a exposição, que esteve no Poder Judiciário do dia 18 de março ao dia 25 de abril, na Galeria dos Desembargadores.

Com 21 protótipos do gênio da Renascença, todos construídos a partir de estudos e desenhos, a exposição teve seis trabalhos inéditos e, diferentemente de outras mostras sobre Da Vinci, a maior parte das peças foi construída em tamanho natural.

Os visitantes da exposição puderam apreciar protótipos com tal nível de excelência não encontrado na própria Itália, terra do respeitado artista. Todas as peças foram acompanhadas de painéis com reproduções de obras do artista, a exemplo da “Última Ceia”

O acervo da exposição teve peças como Carro Metralhadora, Balestra, Escavadeira de Trincheira, Catapulta, Inclinômetro, Mecanismo de Bater Asas Parafuso e Porca, Estudo da Asa, Máquina Voadora, Bate Estaca, Bicicleta, Câmbio, Caminhar Sobre a Água, Grua, Barco Canhão Giratório, Barco com Pás, Serra Hidráulica, Carro Cortador, Anemômetro, Máquina para Medir a Velocidade do Vento, Ponte Giratória e Técnica de Assalto.

A exposição “O Legado”, de Leonardo Da Vinci, teve patrocínio do Grupo Educacional UNIESP e do Grupo Brasilinvest, realização da MaisCom, Curadoria do Instituto Vinciano Italiano e apoio do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul, da Prefeitura de Campo Grande, da Secretaria de Estado da Educação, da Secretaria Municipal de Educação, da Melke & Prado Advogados Associados e da Sanesul.

Jornal Midiamax