Política / Justiça

Defensoria aguarda para hoje decisão da Justiça sobre pedido de suspensão do IPTU

A Defensoria Pública aguarda uma decisão ainda nesta sexta-feira (07) sobre o pedido de suspensão do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Segundo o defensor Amarildo Cabral, os valores reajustados acima da inflação foram erros da Prefeitura de Campo Grande. “Os casos que chegaram até a mim ficou claro que o erro foi por parte […]

Arquivo Publicado em 07/02/2014, às 13h50

None

A Defensoria Pública aguarda uma decisão ainda nesta sexta-feira (07) sobre o pedido de suspensão do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Segundo o defensor Amarildo Cabral, os valores reajustados acima da inflação foram erros da Prefeitura de Campo Grande.


“Os casos que chegaram até a mim ficou claro que o erro foi por parte da prefeitura”, afirmou o defensor. Ele ainda atendeu mais um caso, nesta manhã, em que o IPTU do contribuinte foi reajusta em 132%. “Acabei de atender um senhor que me garantiu que o imóvel dele não teve nenhuma alteração e a região também não”, completou Amarildo.


Ontem, ele pediu à Justiça a suspensão do IPTU e a devolução dos valores pagos a mais pelos contribuintes. Amarildo acredita que a Justiça decida ainda hoje sobre o pedido. “Vai depender do magistrado, mas como entramos com pedido de liminar, tem que ser decidida rápida”, explicou.


Até a publicação desta matéria, o processo ainda não tinha sido distribuído. “Acabei de acessar o sistema e ainda não foi distribuído para nenhuma Vara”, disse o defensor.

Jornal Midiamax