Política / Justiça

Servidores do judiciário cobram adicional por tempo de serviço em frente ao TJMS

Os servidores do judiciário estadual cobram nesta quarta-feira (2) o pagamento pelo adicional por tempo de serviço em frente ao TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).  Eles pedem aceleração no processo de pagamento e tratamento igual ao dado a magistratura. O presidente do Sindjus (Sindicato dos Servidores do Judiciário Estadual), Clodoir Fernandes Vargas, […]

Arquivo Publicado em 03/07/2013, às 19h11

None
1963766069.jpg

Os servidores do judiciário estadual cobram nesta quarta-feira (2) o pagamento pelo adicional por tempo de serviço em frente ao TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).  Eles pedem aceleração no processo de pagamento e tratamento igual ao dado a magistratura.


O presidente do Sindjus (Sindicato dos Servidores do Judiciário Estadual), Clodoir Fernandes Vargas, explica que os servidores reclamam de ter os direitos garantidos por decisões judiciais e, mesmo assim, terem que entrar com ações na Justiça para garantir o cumprimento delas.


A maior reivindicação, entretanto, é em relação ao pagamento do adicional pelo tempo de serviço, prometido para ser efetuado no último dia 30 de junho.


“Até agora não recebemos, então resolvemos parar. 90% dos servidores estão de braços cruzados e somente os serviços essenciais são oferecidos”, contabilizou o presidente. São cerca de 3.400 servidores em todo o Mato Grosso do Sul e 1.800 filiados.


A assessoria do TJMS faz um balanço dos serviços prejudicados durante o dia de paralisação e deve divulgá-lo até o fim do dia.

Jornal Midiamax